top of page
Blocos coloridos
  • Foto do escritorRenan Magoo

PERNILONGO. UMA GUERRA MUNDIAL NÃO CONTADA – PARTE III


Todos me perguntam, então foi você o culpado pela primeira e segunda guerra mundial? Vai viajar no tempo novamente e tentar corrigir toda cagada que fez?

Eu já disse, a resposta para tudo isso é: Pernilongo!

Fevereiro de 2022, estava eu lá no Kremlin – vocês já sabem que eu viajo no tempo, não me pergunte como, é uma longa história que envolve impedir a terceira guerra mundial, reconquistar a terceira namorada e zerar novamente o Mario Kart, enfim – dessa vez fui ao encontro de Vladimir Putin tentar convencê-lo a não invadir a Ucrânia e não começar uma guerra. Era uma quarta-feira de manhã, 23 de fevereiro de 2022, estavam reunidos numa sala alguns dos líderes mundiais como o Joe Biden, Xi Jinping, Emmanuel Macron e eu – como consegui fazer parte dessa reunião? Você deve se perguntar, mas a resposta para isso é meio complexa, pois envolve Yu-Gi-Oh!, sutiãs de renda e plutônios em caldas – mas enfim, estávamos lá para discutirmos assuntos importantes, e alguns dos principais tópicos eram:

1- BTS ou K-Pop? Qual a diferença?

2- Fazer harmonização facial? Ou usar filtros de beleza do instagram?

3- Assistir Chaves em Acapulco dublado em russo?

4- Invadir a Ucrânia?


Dentre os tópicos, Putin enfatizou em escolher o assunto de número 4. Era um assunto delicado, ninguém ali queria que essa situação chegasse a virar pauta, mas o Putin insistia e fazia a gente beber vodka toda vez que alguém discordasse dele. O clima estava tenso, muitos ali já tinham tomado 5, 6 doses por discordarem do Putin e alguns já estavam prestes a vomitar, até que apareceu o pernilongo. Sim, é aquele mesmo pernilongo de 1914 que entrou na minha mochila, viajou até 1939 e que novamente viajou comigo até 2022.

Enquanto a discussão rolava, eu tirei da minha mochila – nada suspeita – uma raquete elétrica e fui acompanhando o movimento do pernilongo que logo pousou na cabeça do Putin. Era um momento crítico, não poderia errar e muito menos causar um transtorno. Segurei a respiração e dei uma raquetada bem na cara do Putin. Ele se contorceu com o choque que levou, caiu no chão e vomitou toda a vodka. Os outros líderes que já estavam embriagados, vomitaram também, sujaram todo o carpete, derrubaram estátuas, quebraram as garrafas, os copos, os quadros, enfim, foi um caos!


Por fim, a reunião acabou e Putin resolveu lançar a operação militar no dia seguinte, dia 24. Não sei se foi por isso que motivou o Putin a dar início a invasão. Não sei se foi pela raquetada na cara; ou pelo choque e a queda instantânea no chão; ou por ter se vomitado todo; ou porque os outros líderes também vomitaram sujando toda a sala; ou pelos quadros quebrados, vidros quebrados, mesas quebradas, cadeiras quebradas, estátuas quebradas e vários outros itens de valor quebrados; ou pela ressaca do dia seguinte.


Só sei que o pernilongo passa bem.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page